segunda-feira, 14 de março de 2011

Qual o papel de um tecnico ambiental em uma organização

Função de um Técnico Ambiental numa empresa

O técnico em meio ambiente é um profissional capacitado para desempenhar varias funções no que diz respeito às questões ambientais. Tem como funções básicas dar suporte aos analistas ambientais no exercício de suas atividades tais como: Regulação, Controle, Fiscalização, Licenciamento, Auditoria Monitoramento, Gestão, Proteção e controle da qualidade ambiental, Informação, Educação Ambiental entre outras.

O Projeto de Lei 1105/07, do deputado Alexandre Silveira (PPS-MG), regulamenta a profissão de Técnico de Meio Ambiente. Seu objetivo é proporcionar a esses técnicos o reconhecimento e a regulamentação da profissão, fornecendo a eles um registro que lhes possibilite responder pelo exercício da atividade.

Atualmente, os técnicos de Meio Ambiente vêm sofrendo uma grande desmotivação profissional, uma vez que o mercado está absorvendo técnicos em Segurança do Trabalho para exercer a profissão dos técnicos ambientais. De acordo com o projeto, considera-se Técnico de Meio Ambiente aquele que se dedica à consultoria técnica relacionada a questões ambientais; à indústria e comércio de equipamentos, aparelhos e instrumentos destinados ao controle de atividades efetiva ou potencialmente poluidoras; e às empresas que se dedicam a atividades potencialmente poluidoras e/ou extração, produção, transporte e comercialização de produtos potencialmente perigosos ao meio ambiente, assim como de produtos e subprodutos da fauna e flora.

Também se enquadram na profissão, segundo a proposta, aqueles que prestam consultoria a clientes, como profissionais autônomos; e serviço em órgãos públicos, empresas privadas, ONGs e órgãos que administram parques e reservas ambientais. O técnico de Meio Ambiente é um profissional qualificado para compreender, tomar decisões e propor soluções sobre os problemas ambientais em toda a sua amplitude e diversidade, e deve obrigatoriamente ter formação profissional adequada nas seguintes atribuições:

- aplicar metodologias para minimizar impactos ambientais;
- aplicar parâmetros analíticos de qualidade do ar, água e solo, bem como da poluição sonora e
visual;
- analisar os parâmetros de qualidade ambiental e níveis de qualidade de vida vigentes e as novas
propostas de desenvolvimento sustentável;
- participar do planejamento, implementação e manutenção do Sistema de Gestão Ambiental,
conforme ISO 14.001, nas empresas que buscam a certificação;
- acompanhar as Auditorias de Manutenção do Sistema de Gestão Ambiental;
- participar da elaboração de Licenciamento Ambiental para reforma ou instalação de novos
equipamentos;
- coletar dados e acompanhar o engenheiro de Meio Ambiente em: Autorização Ambiental de Funcionamento (AAF), Licença Prévia (LP), Licença de Instalação (LI), Licença Operacional (LO) e Formulário Integrado de Caracterização de Empreendimento (FCEI);
 
Fonte da pesquisa: http://pt.scribd.com/doc/21798328/




4 comentários:

  1. É, mas em todas as prefeituras municipais existe um Técnico Ambiental formado, contratado através de concurso público por regime jurídico estatutário, e até em maior número do que engenheiros ambientais. O trabalho ambiental é dividido em diversas áreas que vai desde gestão ambiental ao controle de resíduos, do solo, do ar, da água, etc. São muitos os profissionais que podem atuar nessas áreas, entre esses temos químicos, engenheiros químicos, civis, de produção, agrônomos, tecnólogos, físicos e até biólogos. Todos de nível superior com exceção dos tecnólogos por estarem limitados a alguns serviços técnicos liberados aos profissionais bacharéis. Contudo, as atividades de controle ambiental podem ser administradas por uma quantidade menor de profissionais de nível superior habilitados, enquanto paras a execução das atividades operacionais há uma necessidade de profissionais capacitados, e em maior quantidade. Portanto, nós, Técnicos em Meio Ambiente, somos profissionais mais viáveis economicamente para as prefeituras e empresas de saneamento, energia, de recursos hídricos, entre outras, visto que podemos executar tarefas relacionadas à gestão e fiscalização ambiental e processos operacionais. Técnicos em Segurança no Trabalho ocupam espaço nas áreas de construção civil e de RH nas empresas. Nossa área é meramente ambiental, sendo nossas atribuições regulamentadas e fiscalizadas pelo CONFEA/CREA ou CFQ/CRQ. Poucas atribuições os técnicos em segurança no trabalho podem executar em se tratando de controle e gestão ambiental. O maior problema de ser um técnico, infelizmente, ainda é a baixa remuneração salarial. Enquanto biólogos ou engenheiros ganham cinco vezes mais o salário para executar atividades nas quais nós técnicos ambientais somos tão quanto ou até mais capacitados.

    ResponderExcluir